Alumni Association realiza painel com dicas profissionais durante periodo de incerteza econômica

O painel incluiu graduados de 2008 e 2009 que deram conselhos sobre como encontrar emprego e navegar o mercado de trabalho durante uma recessão econômica

%28Collegian+File+Photo%29

(Collegian File Photo)

Na quinta-feira, 23 de abril, a Associação de Ex-alunos da Universidade de Massachusetts Amherst sediou “2008 x 2020: orientação sobre empregos durante incerteza econômica,” um painel com quatro ex-alunos das turmas de 2008 e 2009. 

Ao longo de uma discussão de uma hora do Zoom, cada ex-aluno expôs suas experiências desde sua graduação ate o presente e respondeu perguntas dos alunos em questão. No processo, eles cobriram tópicos como LinkedIn e habilidades de trabalho comercializáveis, e o estabelecimento de metas e o gerenciamento de dinheiro. 

O evento foi mediado pelo estudante de filosofia do último ano, Jared Shein, e apresentado por Karen Battistoni, diretora de relações voluntárias de ex-alunos da UMass Alumni Relations. Michael Balabanov, formado em economia em 2008, Sam Smith, jornalista formado em 2008, Greg Walters Jr., formado em comunicação e estudos afro-americanos em 2009 com certificado em estudos de cinema e Shari Warden, formada em hospitalidade e turismo em 2008. 

“Estamos passando por um período sem precedentes, e apesar de estarmos conectados por meio da tecnologia, sabemos que para a turma de 2020 o seu último ano parece muito diferente do que você queria que parecesse, e reconhecemos que é algo muito difícil de processar e de lidar,” disse Battistoni, apresentando o painel. 

“Nós encorajamos vocês a usar essas informações como apenas uma pequena parte do total que vocês usarão para tomar uma decisão,” continuou ela. “E para os alunos atuais, incentivamos vocês a se conectar com outros recursos que existem no campus, […] todos estão aqui para ajudá-los e apoiá-los.”

O evento começou com histórias de cada aluno sobre seus empregos imediatos na pós-graduação, respondendo a uma pergunta sobre quanto tempo eles tiveram que esperar depois de se formarem antes de encontrar emprego. Alguns continuaram no emprego anterior, outros lutaram para encontrar trabalho e outros encontraram trabalho rapidamente, apenas para perdê-los alguns meses depois. 

“Eu diria que fiquei com um senso de  humildade depois do primeiro emprego,” disse Smith, refletindo sobre a experiência de se formar tendo um emprego garantido, apenas para perdê-lo três meses depois, quando o mercado caiu. “Tornei-me muito mais maleável no que estava procurando e muito mais disposto a manter a mente aberta para o que estava procurando depois disso.”

Ao discutir suas respectivas carreiras após suas  introduções ao mercado de trabalho, os participantes discutiram os desafios de alinhar metas anteriores com novas realidades. 

“Acabei entrando em uma carreira por acaso por meio de um conhecido,” disse Warden. “Descobri que realmente gostava daquilo e transformei isso em uma carreira na GE Aviation… acho que é realmente importante levar em consideração o que você gosta na área que esta trabalhando. O que eu mais gostava de fazer era o aspecto do atendimento ao cliente, então levar isso para um novo cargo era o que eu queria fazer.”

Muitos dos membros do painel enfatizaram a importância de criar redes e fazer conexões, principalmente por meio do uso do LinkedIn. Balabanov discutiu como o LinkedIn mudou a indústria de empregos e aconselhou os alunos de último ano a não ter medo de usar conexões e entrar em contato com as pessoas em suas áreas. 

“Eu acho que é realmente importante se você está procurando emprego em um determinado campo ou empresa, basta ver quem você conhece nessa empresa através do LinkedIn, entrar em contato com essas pessoas e apenas ver se você consegue uma entrevista informacional,” ele disse. 

“Converse com pessoas que trabalham nos locais em que deseja trabalhar, nos setores em que deseja trabalhar,” acrescentou Balabanov. “É realmente importante que você seja ousado e faça essas perguntas.”

Durante a palestra, os palestrantes falaram sobre como mudar de um trabalho para outro, como decidir quando mudar para um novo local ou trabalho e como os alunos podem usar sua rede de conexões para fazê-lo. Eles passaram a elaborar tópicos como habilidades transferíveis e como aprimorá-las, desafios financeiros e refletiram sobre situações específicas, como saber negociar salários mais altos. Chamando de “jogo de números”, Walters falou sobre a importância de “usar as ferramentas à sua frente” e não desistir. 

“Antes de tudo, parabéns. Você acabou de completar um grande feito, terminando a faculdade,” disse Walters, quando compartilhava seus pensamentos finais com os graduandos. “Lembre-se de que não é uma corrida, é uma maratona. Não se apresse, tenho 34 anos e sim, provavelmente há coisas que quero fazer, mas estou mais feliz agora do que nunca. Então, tome seu tempo, o emprego chegará, mas apenas seja persistente.”

A UMass Alumni Association divulgará uma gravação da palestra com legendas no final desta semana.

Claire Healy pode ser contada através do clairehealy@umass.edu e seguida no Twitter @clurhealy.

Carly Longman é tradutora de português do Collegian e pode ser contada através do [email protected]

Gabriella Lalli Martins é editora de português do Collegian e pode ser contatada através do [email protected]