Você precisa começar a beber leite de aveia

Pequenas mudanças no presente produzem grandes resultados para o nosso futuro

Voc%C3%AA+precisa+come%C3%A7ar+a+beber+leite+de+aveia

Oatly Facebook

Preguiçosamente em minha poltrona de pelúcia, busco um começo atraente para este artigo. De vez em quando, tomo um gole do meu café com leite gelado. Porém, não é um café com leite comum, mas um latte enlatado, o que significa que é feito para imitar a espuma e a consistência do cappuccino normal. Delicioso e eficiente. Mas há um problema que pode desanimar alguns leitores: não é feito com “leite de verdade”. 

Percebo que a maioria dos leitores da minha idade já concorda comigo ou cresceu com um leiteiro local, mas este leite especial merece um destaque do mesmo jeito. É chamado leite de aveia e é um alternativa sem lactose que se assemelha no sabor, consistência e cor ao leite de vaca comum. No entanto, a diferença entre este leite maravilhoso e o leite de vaca é que o leite de aveia normalmente tem menos calorias, mais benefícios à saúde e, acima de tudo, um impacto ambiental muito menor. É o leite que todos precisamos começar a escolher. 

Muitos argumentaram que não há sentido em mudar preferências aparentemente pequenas, como o leite que bebem, porque existem questões ambientais maiores que assolam nossa Terra, como superpopulação e emissões excessivas de carbono. Embora essas questões sejam cruciais para nossa compreensão das mudanças climáticas, seríamos negligente em começar tão alto na escada. Enfrentar as mudanças climáticas é uma maratona, não uma corrida curta. Então, temos que começar pequeno, tão pequeno quanto um copo de leite. 

De acordo com um estudo da Universidade de Oxford de 2018, um copo padrão de 200 ml de leite de vaca produz quase 0,6 kg (1,3 libras) de emissões de dióxido de carbono, requer mais de 1,5 metros quadrados de terra e quase 120 litros (31,7 galões) de água. Para se ter uma ideia, em média, um banho requer apenas 113 litros de água, enquanto um chuveiro de 10 minutos consome 94 litros de água.

Um copo de 200 ml de leite de aveia, por outro lado, produz de 0,2 kg (0,44lbs) de emissões de dióxido de carbono, requer menos de 0,5 metros quadrados de terra e menos de 20 litros (5,2 galões) de água para produzir. A única outra alternativa ao leite que produz menos emissões de dióxido de carbono é o leite de amêndoa. No entanto, um copo de 200 ml de leite de amêndoa requer cerca de 80 litros de água para ser produzido. Isso nos leva à questão, por que o leite de aveia em particular?

Embora o leite de aveia forneça muitos benefícios à saúde e tenha uma pegada de carbono relativamente baixa, existem outras alternativas ao leite que oferecem vantagens semelhantes. O leite de soja, por exemplo, produz um pouco mais de emissões de dióxido de carbono, mas suas menos terra e água do que o leite de aveia. A grande diferença é que o gosto de leite de soja é péssimo, e em algum lugar dessa discussão está a preferência do usuário. Mas não importa a sua escolha de leite vegetal, seu impacto ambiental será muito menor do que o do leite de vaca. 

Depois de decidir fazer a mudança para alternativas de leite sem lactose, torna-se uma questão de qual leite tem o melhor sabor em seu cereal, é o mais solúvel em seu cafe e fica mais bonito em sua geladeira. De todos as alternativas ao leite, o leite de aveia mais claramente se assemelha ao leite de vaca em consistência e sabor. Os degustadores em foodandwine.com descrevam o leite de aveia como “amanteigado, espesso e muito próximo do leite de verdade.” Michael Sullivan, do Wirecutter, diz que o leite de aveia “não se sobressaiu quando misturado ao café e se misturou bem sem separar.”

Se isso não for convincente, acredite em um autoproclamado conhecedor de café como eu, que escreve sobre e bebe seu café com leite de aveia todos os dias, é o melhor leite que existe. Por um lado, o leite de aveia dura muito mais do que o leite normal. Em média, a data de validade do leite de aveia fechado é de alguns meses, quando guardado corretamente. Em comparação, o leite de vaca dura cerca de 5 a 7 dias após sua data de validade. 

Também vale a pena mencionar que cerca de 30-50 milhões de adultos americanos e 65 por cento da população mundial (4,875 bilhões) são intolerantes à lactose em algum grau. Portanto, faz pouco sentido para nós consumirmos leite em massa na presença de alternativas que emitem menos dióxido de carbono, requerem menos terra e água e, essencialmente, têm o mesmo sabor. Se não começarmos a levar a sério essas preferências por leite, elas voltarão para nos assombrar. 

Nossa Terra está desmoronando sob nós, e a base que criou as montanhas mais altas e os vales mais profundos está murchando enquanto você lê isto. O céu em São Francisco é laranja brilhante, enquanto as geleiras do Ártico derretem a cada segundo. O que ganho ao escrever este artigo são mais alguns goles do meu latte enlatado. Mas o que nós, como sociedade, ganhamos ao mudar para alternativas de leite vegetais não tem preço: a mudança em direção a um planeta mais saudável. Devemos nos lembrar de que a mudança não precisa ser grande para ser significativa. 

Vamos começar abandonando o leite de vaca e pegando um pouco de aveia. 

 

Max Schwartz pode ser contatado através do [email protected] e seguido no Twitter @maxschwartz. 

Carly Longman é tradutora de português do Collegian e pode ser contatada através do [email protected]

Gabriella Lalli Martins é editora da tradução do Collegian e pode ser contatada através do [email protected]