Os estudantes da UMass não deveriam pagar mensalidades completas este semestre

Os alunos não estão recebendo aquilo pelo que pagaram

%28Collegian+File+Photo%29

(Collegian File Photo)

Na semana passada, a Universidade de Massachusetts Amherst enviou um e-mail aos alunos informando que eles receberíam um reembolso parcial pelo alojamento e alimentação deste semestre.

Mas, por que estamos parando por aí? A UMass precisa oferecer um reembolso parcial pelo valor referente a mensalidade como um todo neste semestre, porque não estamos obtendo a experiência de faculdade pela qual pagamos. Obviamente, a Universidade não é culpada pela pandemia, e provavelmente estão sofrendo, assim como nós, estudantes. Mas, não deveria ser responsabilidade dos alunos pagar por algo que não estamos recebendo. 

Veja o que aconteceu com o setor de companhias aéreas, por exemplo: milhares de voos foram cancelados devido à pandemia do coronavírus, e as pessoas nesses voos receberam reembolsos ou créditos para usar em outras viagens. Claro, as companhias aéreas sofreram sérios danos devido à pandemia, mas seria ridículo para as pessoas que compraram passagens ainda pagarem por voos cancelados. Essas pessoas não estão recebendo o serviço pelo qual pagaram, então são devidamente compensadas. Paguei por um semestre de faculdade na UMass e não estou recebendo, então por que ainda devo pagar?

O site do Bursar’s Office (tesouraria da UMass)  diz: “Não haverá reembolso das mensalidades para o semestre da primavera de 2020, pois os cursos e as instruções continuam remotamente”. Embora tenhamos metade do nosso semestre on-line, a UMass ainda quer que paguemos a mensalidade integral. O que é relevante aqui é que a educação on-line custa objetivamente menos que a educação presencial. Eu posso fazer um semestre completo de aulas on-line na UMass por pouco menos de US $ 7.000 por semestre, em vez de pagar mais de US $15.000, como eu faço como um estudante de fora do estado. As aulas on-line valem menos da metade do que as minhas aulas, então por que estou pagando o mesmo?

Também é importante notar que, após uma semana de aulas on-line, minha educação neste semestre foi severamente prejudicada. Não é apenas mais difícil aprender a usar do Zoom, mas todas as minhas aulas diminuíram nossa carga de trabalho para acomodar o aprendizado on-line. Muitas dessas aulas foram reduzidas a apenas leituras e tarefas, sem se reunir on-line, forçando os instrutores a ensinar apenas o essencial de seus cursos. Entendo que meus professores sintam que estejam sendo compassivos e tentando acomodar seus alunos em tempos de crise. Não os culpo e também não culpo a UMass, mas a verdade é que não estou recebendo pelo que paguei. 

Uma coisa é a UMass afirmar que a educação on-line vale o mesmo que a educação em pessoa, mas nossa mensalidade paga muito mais do que aprender na sala de aula. Estamos pagando pela experiência de faculdade como um todo. A página “Visit Campus” da UMass, destinada a atrair novos alunos, diz, “Os sites são ótimos, mas para realmente conhecer a Universidade de Massachusetts Amherst, você deve visitar o campus,” e eu não poderia concordar mais. Nossa mensalidade paga pelos lounges em que estudamos, as academias em que treinamos, as áreas comuns em que relaxamos e muito mais. 

Ir para a faculdade permite que os jovens construam conexões profissionais, façam amizades para a vida inteira e ampliem seus horizontes. A razão pela qual pagamos uma mensalidade significativa inclui esses aspectos inestimáveis da experiência da faculdade, que valem tanto quanto a própria formação. Recentemente, entrei para uma dos grupos de improvisação da UMass e estava trabalhando duro para o meu primeiro show no final deste semestre, que agora está cancelado. Minhas práticas semanais com a equipe de escalada da UMass também estão canceladas. As inúmeras experiências, conexões e realizações que poderiam acontecer nesses dois meses no campus da UMass não podem ser substituídas por palestras no Zoom. Estamos tendo uma experiência universitária incompleta neste semestre e esperam que paguemos o preço total por isso. Não estou escrevendo isso para culpar a UMass por essas perdas, e entendo que não é culpa da administração, mas isso não significa que os estudantes sejam responsáveis por socorre-los. 

Fazer os estudantes pagarem o preço total por este semestre improvisado, desvaloriza a experiência da UMass. Considerar isso como um semestre completo estabelece um nível muito baixo para a educação que a Universidade está oferecendo e faz um desserviço à Universidade, ao corpo docente, e aos alunos. 

Eu tive três semestres normais antes deste e sei como a UMass pode ser ótima quando estamos operando a todo vapor. A faculdade é onde você encontra pessoas com ideias diferentes, descobre coisas novas e cresce intelectual e socialmente. É para isso que todos pagamos as mensalidades, mas não é isso que estamos recebendo este semestre. Não podemos deixar nossa universidade diluir a experiência da faculdade em meras palestras por Zoom, especialmente quando isso acontece às custas do corpo descente. Se você é estudante da UMass ou de qualquer universidade, não deve aceitar pagar o preço total por uma educação incompleta. 

Maxwell Zeff é um editor assistente de Op/Ed e pode ser contado através de [email protected]

Carly Longman é tradutora de português do Collegian e pode ser contada através do [email protected]

Gabriella Lalli Martins é editora de português do Collegian e pode ser contatada através do [email protected]